Titulo Original: Você pode vencer a tentação
Autor: Hernandes Dias Lopes
Editora: Hagnos
Número de Páginas: 68
Evidentemente, somos diferentes um dos outros. Seu ponto veraneável pode ser o ponto forte do seu irmão. A tentação que você "tira de letra" pode ser um risco para a outra pessoa. Satanás astuto e perigoso, investiga, analisa e tem várias estratégias para nos atacar. Ele busca, certamente, a maneira mais sutil e a hora mais oportuna para nos tentar, seja por pressão ou sedução. É por isso que, a partir do exemplo de Jesus, Hernandes Dias Lopes nos apresenta lições preciosas para resistirmos e vencermos a tentação.

   Esse livro é um livro muito edificante, pois nele é abordado vários aspectos da tentação e ainda nos ensina como vencê-la. Não basta apenas ler, você precisa tirar lições oportunas para a sua vida. Com base no que ficou gravado em minha memória eu resumirei cada capitulo de maneira bem clara e resumida.

ALGUNS ASPECTOS DA TENTAÇÃO
  Antes de qualquer coisa precisamos saber que o diabo não é um ser mítico e lendário, ele é real. Uma das maiores mentiras que ele já inventou é fazendo as pessoas acharem que ele não é verdadeiro, mas sim um mito ou apenas uma ideia negativa. Mas infelizmente ele existe, e podemos comprovar isso através da bíblia; ao procurarmos na bíblia, veremos que antes tornar-se o "diabo", ele era o líder de  louvor no céu, até se rebelar contra Deus e ser expulso. A bíblia diz também que esse inimigo é um um anjo caído, um ser perverso, um ser maligno, assassino, ladrão, mentiroso, a antiga serpente e milhões de outros adjetivos ruins podemos dar a ele.
   Todos estamos sujeitos a tentação, isso é inevitável. Não existe lugar para nos escondermos  para ficar  imune a ela, podemos ir a qualquer lugar, que mesmo assim uma hora ela nos atingirá. A tentação vem quando menos esperamos, independente de estarmos preparados ou não. Uma passagem bíblica que confirma isso é a do batismo de Jesus no livro de Marcos, veja que assim que Jesus acabou de ser batizado por João Batista no rio Jordão,  logo foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado por Satanás. O que é ressaltado aqui é que não houve intervalo entre a glória do batismo e a dureza da tentação. O que o autor destacou aqui é que Jesus foi imediatamente do sorriso aprovador do Pai para as ciladas do maligno; percebemos através disso, que a tentação não foi um acidente, mas um encontro marcado. Não houve nenhuma transição entre o céu aberto do Jordão e a escuridão da medonha do deserto. Mas o que isso significa? Que nós podemos ser tentado a partir do momento que estamos mais perto de Deus, em ótima comunhão. Quem já sabia que o melhor dos santos pode ser tentado pelo pior dos pecados? sabe por que? Aconteceu com Jesus, para revelar a nós, a humanidade perfeita do filho de Deus, que foi tentado em todas as coisas, mas não pecou. Muitos se questionam o porquê do Pai ter permitido que o Seu filho passasse por tantas coisas, mas saiba que Deus é sábio em tudo o que faz... Ele permitiu que isso acontecesse para que hoje nós tivéssemos alguém em que nos espelhássemos e que nos encorajasse nos momentos de adversidades e tentações. 

ESTRATÉGIAS DO DIABO
Satanás não se afasta de nós por sermos filhos de Deus ou estarmos cheios do Espírito Santo..  Ele vai está sempre ao nosso redor, porém seus poderes sobre nós são limitados, nada a mais e nada a menos do que o Senhor permite. Esse é um processo ao qual todos nós cristãos temos que passar e ser aprovados para poder receber a  vitória. Precisamos ser sábios, porque ele vai usar várias estratégias para nos derrubar: 
Estratégia da Dúvida: Essa é a primeira arma que ele vai usar para nos tentar. Satanás de forma sútil vai colocar vários pontos de interrogações na nossa cabeça, para nos deixar em dúvida em relação a muitas coisas e nos fazer perder o foco. No começo a sua negação nunca vai ser direta, ele começa com dúvidas pequenas: Será que sou mesmo filho(a) de Deus? Será que Deus me ama e está mesmo comigo? Será que Deus perdoou os meus pecados? Saiba que o diabo quer pôr em dúvida a verdade proclamada pelo Pai e toda a experiência vivida pelo Filho de Deus. Se antes, o diabo não evitou tentar o poderoso filho de Deus, imagine nós.. Ele vai fazer de tudo para colocar dúvida em nossa mente e questionamentos em nossos corações.   Não é porque você ora e jejua que você não vai ser tentado, muito pelo contrário é  no momento em que você está caído de joelhos, prostrado diante de Deus, que ele entra com a sutileza e tentação. Agora preste atenção: quem não vigia e não ora, não consegue vencer as tentações. Jesus disse aos discípulos:
 "Vigia e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca"

Em vez de orarem, dormiram e, porque dormiram, fracassaram. 
O diabo é muito mais esperto, estrategista e analisador do que você pensa. Quando Jesus foi tentado no deserto, ele não apareceu logo no inicio, ele apareceu no final, pois sabia que Jesus já estava solitário e com fome. Que tipo de abordagem ele fez? Primeiro, a tentação física, material, econômica. " Se és filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães". Vemos aqui que satanás se aproveita das situação em que estamos mais debilitados, para finalmente nos atacar e devorar. Ele investiga a nossa vida, analisa o nosso passado, vasculha os corredores da nossa vida e abre os arquivos passados também. Sempre está a procura de algo que possa tirar algum proveito, para nos atingir de alguma forma.  Como é que satanás começa a tentar Eva? Bom, ela estava perto da árvore proibida. Deus disse: "De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás, porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás". Onde é que Eva estava? Exatamente perto da única árvore que Deus tinha proibido. Então, se você não quer que satanás lhe tente com o fruto proibido, não entre no pomar dele. Há muita gente que não quer ser tentada, mas fica namorando com a tentação e flertando com o pecado. Já com Davi, foi parecido.. Logo no dia em que estava de folga, passeando pelo palácio, descuidado, desatento e distraído; um olhar furtivo, casual que o prendeu, fez com que ele adulterasse e mandasse assassinar o marido de Bate-Seba.   Note ainda que o diabo sempre vai querer questionar a bondade de Deus: "Se Deus ama você, por que você está em apuros? Se Deus é bom por que você está com fome? Se Deus é fiel por que você está enfrentando dificuldades financeiras e familiar? 
    Nesse capítulo o autor nos mostra através de vários exemplos bíblicos de como o diabo age em nossas vidas se dermos lugar para ele. Deixa claro também a esperteza de satanás, e o quanto ele trabalha para nos ver na ruína. Temos que tomar cuidado, porque muitas das vezes nosso ponto vulnerável é o nosso ponto forte. Paulo diz: "Quando eu sou forte, ai sou fraco; mas, quando eu sou fraco, eu sou forte". O que ele quis dizer com isso? Que quando ele confia nele mesmo, quando pensa que pode alguma coisa, quando está apoiado na autoconfiança, quando acha que é forte, que vai vencer, que pode enfrentar tal situação, que nem precisa ora e jejuar e nem depender da graça de Deus, ele fracassa. Porém, quando Paulo pede para que o Senhor tenha misericórdia dele e reconhece a sua fragilidade, o Senhor vem e o fortalece. 

AS SUTILEZAS DO DIABO
   Como já vimos anteriormente, o diabo aproveita-se das circunstâncias adversas. Nesse capítulo, vamos ver o quanto que o diabo trabalha para quebrarmos a nossa dependência de Deus para tomarmos a nossa própria decisão. Uma das sutilezas dele para nos atingir é essa: "Você é fiel a Deus, você anda com Deus, por que está sofrendo desse jeito? 
Lembre-se do Salmos 73, onde Asafe expõe a sua angústia e diz: "Eu quase invejei o ímpio". Olha como o ímpio prospera, como ele riqueza, como ele tem saúde, tem amigos, olha como as pessoas o cercam. E dai as duvidas surgem: Será que vale a pena ser cristão, fiel, íntegro, será que vale a pena não transigir? Muitos se corrompem, negocia valores, perdem o caráter, mas em compensação tudo está indo às mil maravilhas para ele. E você, que está andando com Deus todo dia, é só luta, problema, dificuldade e aflição. Ai Satanás chega: "Pare com isso, transija também, entre também nesse esquema. Aliás, está todo mundo está fazendo, não tem problema algum, todo mundo faz". Essa é uma das principais sutilezas do diabo, fazer com que você desista de Deus, quando está passando por algum problema. Entenda o qual o propósito do diabo: que você satisfaça seus desejos imediatamente. Se você tem um desejo, ele precisa ser satisfeito; se você quer, não espere, satisfaça essa vontade. O diabo não quer que perdemos tempo esperando o melhor de Deus, e por isso ele quer que cedamos logo as coisas fáceis deste mundo, porque ele não tem nada de bom  para nos oferecer. Jesus disse: "Não só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que procede da boca de Deus". Ou seja, você depende de Deus, é ele quem te sustenta, guarda, protege e fortalece. Não abra mão da dependência de Deus! Outra forma que satanás tem encontrado para enganar os escolhidos do Senhor é através da distorção da palavra de Deus, criando seitas e heresias. Vemos que muitas seitas e até mesmo algumas "religiões" são fundamentadas de partes da bíblia, tirando apenas aquilo que é conveniente tirar. Existem muitos falsos profetas por ai, pregando a palavra de Deus baseada no seu ponto de vista; invertendo totalmente a verdadeira palavra. Nesse capítulo o autor dar bastante ênfase no tipo de comportamento que algumas pessoas tem tido, que é extrair versículos bíblicos, apenas os que lhe convém para justificar o seu pecado. Hoje, as pessoas já pecam com a mentalidade "Ah, Deus perdoa, a graça de Deus é infinita", e assim sucessivamente.. Sempre procurando algo  em que possa se apoiar para justificar os seus erros.

FIQUE ATENTO AOS PERIGOS
O momento em que ficamos mais vulnerável é depois de uma grande vitória. Pois muitos entram no conceito de estarem imune e vacinado contra o perigo. Veja, quantos homens e mulheres  Deus nós já nos conhecemos e de repente, caíram. Porque, num dado momento, deixaram de vigiar. No último penúltimo capítulo o autor fala da importância de perseveramos na dependência de Deus, humildemente, em oração, em humilhação. Usando as mesma s armas que Jesus usou para vencer satanás.

ARMAS PARA VENCER AS TENTAÇÕES
A resposta é bem simples: ORAR, JEJUAR E LER A BÍBLIA. Nesse último capítulo o autor faz vários questionamentos a nossa vida espiritual e nos fala quais as armas necessárias para vencer as tentações... Como está a sua vida devocional? Quanto tempo você tem tirado para Deus todos os dias? Você tem priorizado o reino de Deus? Muitos de nós, temos tempo para tudo, exceto para Deus. Estamos abastecendo nosso coração com outras coisas, nós não temos tempo, não temos clima, não temos mais deleite nas coisas do Senhor. Ai, você pega a bíblia, em cinco minutos já está dormindo em cima dela. Faz uma longa e interminável oração de dois minutos e já não tem mais assunto para falar com Deus, porque você não tem mais intimidade com Ele. Por que Jesus passou 40 dias no deserto? Porque Ele amava e deleitava-se no Pai, conhecia-o, tinha prazer de estar com o Pai.  E como foi que Jesus venceu Satanás? Diz a bíblia que Jesus foi para o deserto cheio do Espírito Santo. E o que impede a igreja de avançar é o pecado. Precisamos rasgar não as vestes, mas o coração e converter-se ao Senhor com choro, com jejum e com pranto. Deus disse que derramaria sobre toda a carne o Seu Espírito sobre toda a carne; como é que Deus vai encher a igreja do Espírito Santo se ela está em pecado? 
  Outra arma é manter a palavra de Deus na mente, no coração e nos lábios. Lembre-se de que Jesus, em todas as três abordagens, enfrenta satanás do mesmo jeito: "Está escrito". Muitos crentes fraquejam porque não têm bíblia, porque não têm a Palavra. Aprenda a ler e a meditar na palavra do Senhor.
    Esse é sem duvida um livro que edifica a vida de qualquer cristão, porque todos nós estamos sujeitos a tentação. O autor do livro retrata de maneira explícita as questões mais importantes dos estágios da tentação, nos ensinando  o que é, e quais as armas essenciais para vencê-la. A linguagem que o autor usa é muito fácil de entender, e por isso não se torna uma leitura cansativa. Aqui está um livro que vale a pena você ler, ele serve até para fazer um estudo bíblico, porque tem passagens muito interessantes e importantes sobre esse tema "tentação". Espero que tenham gostado do livro que escolhi para fazer a primeira resenha do blog. 

Por: Sarah Cristinny

Deixe um comentário