Bom, princesas vocês já devem ter lido vários posts sobre namoro aqui no blog, pois já abordamos esse assunto de várias formas. Hoje queremos falar sobre “namoro virtual”, algo que se torna cada vez mais comum em nosso meio. O fato de estar sozinha e carente faz com que muitas princesas recorram à internet, na expectativa de encontrar o príncipe da sua vida... É muito fácil conhecer alguém "legal" para conversar, e depois de certo tempo que você já está teclando com uma determinada pessoa, começam-se os planos, sonhos e trocas de declarações, criando rapidamente um vínculo amoroso fazendo com que tudo pareça um verdadeiro conto de fadas, distância já não é mais problema. É justamente aí que mora o perigo, por não saber esperar em Deus muitas acabam sofrendo desilusões, pois nunca sabemos se a pessoa que está do outro lado da tela está sendo sincero ou não, e isso pode ter consequências terríveis na vida espiritual de qualquer cristã, é preciso estarmos vigilantes com as nossas atitudes. Claro, existem suas exceções, já vi casos de pessoas que se conheceram virtualmente e se casaram, mas não se baseie por isso.
  Não queira apressar o que Deus tem preparado para você, ele não precisa do seu “empurrãozinho”, tudo que você precisa é orar pedindo a ele pedindo sabedoria e paciência. Não caia nas ciladas virtuais, não é porque tem “namoro e chat gospel”, que você vai encontrar pessoas de Deus lá, sendo que qualquer um pode ser o quer quiser já que sua verdadeira identidade é preservada.
  Eu sinceramente creio que quem busca alguém verdadeiramente de Deus não vai procurar em lugares duvidosos. Quando nos relacionamos com alguém perto da gente, já surgem algumas complicações, imagine com alguém que mora longe e  não conhecemos praticamente nada. Enfim, o melhor a se fazer nessa situação é orar pedindo um direcionamento do Senhor, para que você não se apresse com os seus pés e peque!
“Não seja uma cristã imediatista saiba esperar o que Deus tem para você, não jogue fora seus sonhos”.  
Por: Simone Nunes

Deixe um comentário