Olá meninas, hoje vocês irão conhecer um pouco quem era Ester. A bíblia diz que ela era órfã, estrangeira e formosa.

O Jejum de Ester
Conhecendo mais sobre ela, em Ester 2:5-7 diz que havia então um homem judeu, de Susã, cujo nome era Mardoqueu, que fora transportado de Jerusalém, com os exilados que foram levados com Jeconias, rei de Judá, a quem Nabucodonosor, rei da babilônia havia transportado. Este criara a Hadassa (que é Ester, filha de seu tio), porque não tinha pai nem mãe; e era jovem bela de presença e formosa; e, morrendo seu pai e sua mãe, Mardoqueu a tomara por sua filha. Como a palavra diz, eles foram forçados a sair de sua terra, deve ter sido muito difícil. Mas na vida tudo tem um propósito de Deus, um tempo determinado para que ele venha agir em nossas vidas, devemos assim aprender a descansar, depender e crê, pois somente Nele podemos encontrar refúgio. Ela era uma moça obediente seguiu os conselhos do seu tio Mardoqueu, mesmo depois de se tornar rainha não abandonou os princípios ensinados e o amor por suas origens, a ponto de colocar sua própria vida em risco para salvar o povo de Israel. Mesmo ela não sabendo o que iria acontecer da sua vida daqui pra frente mostrou-se disposta diante do Senhor, sendo ela a pessoa escolhida para interceder pelo o povo perante o Rei Assuero. Ester pediu para o povo jejuar por três dias, antes de ir até o Rei, podemos aprender com ela a importância da prática do jejum, foi uma mulher sábia e corajosa ao jejuar colocando essa causa nas mãos de Deus, o rei poderia ter mandado matar Ester e seu povo, porém ela soube buscar e se fortaleceu espiritualmente antes de tomar qualquer atitude. Que possamos ser jovens sábias assim como a rainha Ester, obedientes, dispostas e corajosas e a cada dia buscando conhecer mais de Deus e viver seus ensinamentos.

Escrito por: Jéssica Silva

UM COMENTÁRIO ❤

  1. Amém, acredito que mergulhar no conhecimento do nosso Deus, O qual servimos, nós conduzirá pelas Suas veredas, por seus caminhos retos e santos, e assim como Ester, seremos tituladas não só mulheres fortes e corajosas, mas Mulheres de Deus, que oram, que jejuam, e que amam estar na presença do Deus maravilhoso que nos transforma, retirando tudo de ruim, e preechenos com o Seu melhor. Amei meninas, Deus continue abençoando vocês.����

    ResponderExcluir