Olá meninaas! Hoje vocês irão conhecer um pouco sobre a vida de Rute, a bíblia diz que ela era viúva, estrangeira e nora de Noemi.
Quando estudamos a história de Rute, encontramos um exemplo de amor e respeito entre nora e sogra. Essa relação, em que para muitas é um verdadeiro fardo a ser carregado, cheios de conflitos e intrigas, mas para essas duas mulheres foi diferente. Rute disse: “Não insistas comigo que te deixe e que não mais te acompanhe. Aonde quer que tu fores irei eu, e onde pousares, ali pousarei; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada.” (Rute 1.16-17).

Podemos Aprender com Rute:

  O significado de COMPANHEIRISMO agora Noemi estava sozinha já tinha perdido os seus dois filhos e Rute escolheu ficar com ela. “(...) Porém Rute se apegou a ela.” (Rt 1.14) 

  O significado de CORAGEM ela foi muito corajosa de ter ido com sua sogra para outra cidade, mesmo podendo voltar para a casa de seus pais. “Então, ambas se foram ,até que chegaram a Belém.” (Rt 1.19). 
 O significado de DISPOSIÇÃO agora precisava ir atrás de alimento para suprir suas necessidades. “Deixa-me ir ao campo, e apanharei espigas atrás daquele que me favorecer. Noemi disse: Vai, minha filha!” (Rt 2.2)
  O significado de OBEDIÊNCIA pois ela fazia o que Noemi dizia. “Tudo quanto me disseres, farei." (Rt 3.5).
  O significado de GRATIDÃO Rute deixou sua sogra participar da sua vida, pois mesmo casando com Boaz não esqueceu e não abandonou. “ E Noemi tomou o menino, e o pôs no seu colo, e entrou a cuidar dele.” (Rt 4.16) 
   Portanto, que Rute seja para nós exemplo de como uma nora deve ser. Relacionar-se bem, de sermos como uma filha, respeitando e ouvindo seus conselhos, além de mais nova ainda temos muito o que aprender, principalmente com ela. Devemos ser jovens sábias, verdadeiras mulheres de Deus. Rute foi diferente, ela era companheira, corajosa, disposta, obediente e grata essa era a diferença de Rute e Deus a honrou. Devemos respeitar não somente a nossa a mãe, mas também a mãe daquele que amamos (o nosso companheiro), e não tê-la como inimiga. Desta forma, seremos noras abençoadas, assim como Rute foi.



Deixe um comentário